Contexto



Produção




Comércio exterior





Comércio nacional



Consumo




Qualidade




Políticas

Meio ambiente e sustentabilidade

Agronomy

Guia geral - Contexto
Contexto secção dos objectivos arroz Observatório de apresentar a importância do cultivo do arroz em relação a outras culturas, tanto a nível nacional e regional. A secção é composto de duas partes:
  1. Superfície: Apresenta indicadores sobre a importância da cultura em relação à semeada área.
    1. Posição em relação às culturas agrícolas: Indica o ordinal posição em que o arroz é em relação a outras culturas semeadas com nacionalmente
    2. Área de arroz em relação à área de terra arável em todo o país: Proporção do arroz cultivado em área total colheitas em todo o país, excluindo a área utilizada para a produção agrícola (pastagens)
    3. Área de arroz em relação à superfície para culturas temporárias em todo o país: Proporção do arroz cultivada em área total colheitas em todo o país, com excepção da zona usada para produção agrícola (pastagens) e a superfície em culturas permanentes
  2. Valor de produção: Apresenta indicadores econômicos que contextualizam a importância do cultivo do arroz em relação ao valor da produção. Os valores são expressos em valores nominais em moeda local
    1. PIB agrícola (valor acrescentado): Soma do valor adicionado de produção de colheitas a nível nacional. Valor é excluído da produção de animais
    2. Valor da produção de arroz: a produção de arroz valor estimado Gross
    3. Valor da produção de cereais: Soma do valor bruto estimado para todos os cereais cultivados em todo o país
Referências bibliográficas
Nesta seção do observatório você encontrará dados sobre a produção de arroz em diferentes níveis geográficos. Os dados apresentados pode ser observado durante toda a sub-regiões (clusters) e região. Dependendo de cada país, também você encontrar dados para o estado, departamental, provincial, regional e municipal. Esta seção descreve três indicadores relacionados com a produção:
  1. Semeada : Arroz área plantada em hectares
  2. Produção : quantidade arroz colhido (casca), em toneladas
  3. Rendimento : Toneladas média por hectare, rendimento
Para facilitar a navegação, criamos um mapa interativo que permite explorar as variáveis ​​apresentadas em diferentes países ea nível regional. No canto superior do mapa que você encontrar dois menus. No primeiro menu, você pode selecionar o cluster ou região que deseja exibir informações (Cone Sul, Andina e da América Central e do Caribe). No segundo menu, você pode selecionar o monitor que será exibido no mapa. O mapa pode selecionar o país para o qual você deseja exibir informações e diferentes sub-níveis geográficos para os quais existem dados disponíveis. Na barra lateral à direita do mapa, você pode ver a série histórica dos indicadores para a seção selecionada.
Importante : Para facilitar a visualização, a única gráficos apresentam produção agregada das seis regiões geográficas mais importantes para a área selecionada. Para acessar os dados em maior detalhe, nós convidamos você para baixar o nosso banco de dados de produção para a América Latina.
Referências bibliográficas
As comércio exterior seção apresenta indicadores para o comércio exterior, detalhando os valores e as quantidades de importação e exportação de arroz em uma série de tempo, e o destino ou origem, quando pertinente. Seção tem duas partes:
  1. Indicadores : Exibe indicadores de comércio exterior do arroz para países selecionados
    1. Import valor e exportação valor : valor séries temporais das importações de arroz em relação ao valor das exportações. Valores agregados anuais para todos os países de destino / origem conforme apropriado
    2. Quantidade de importações e exportações quantidade : quantidade de séries temporais de arroz importado em relação ao montante da exportado. Valores agregados anuais para todos os países de destino / origem conforme apropriado
    3. Equilibrar o fornecimento de arroz a nível nacional : A quantidade total de arroz branco comercializado em todo o país. Este valor é composta pela quantidade produzida, quantidade exportada e importada quantidade
    4. Valor das exportações e importações de arroz em relação às exportações totais de alimentos e bebidas : Lista do valor total das importações / exportações de arroz em relação ao valor total exportado / alimentos e bebidas importados para um determinado ano
  2. Fluxo comercial: Esta ferramenta apresenta em detalhes o fluxo de exportações e importações de arroz para um determinado; detalhando as origens ou destinos, conforme o caso, bem como a quantidade eo valor por um ano selecionado. Este fluxo também permite que os valores para desagregar e quantidades, dependendo da posição tarifária grupo de arroz a que se refere.
    Para usar a ferramenta, você pode selecionar vários filtros descritos a seguir:
    1. País : país do qual você deseja visualizar as informações coletadas
    2. Conceito : Exportações e importações de arroz
    3. Item : quantidade ou valor do conceito selecionado
    4. Nivel : Sub-posição pautal Grupo de arroz da União Europeia (1006): nível. Neste caso, você pode ser selecionado para o arroz geral (Rice) ou por tipo de arroz
    5. Produto : permite selecionar 'tipo de arroz' no nível de filtro. Os quatro grupos correspondem aos subtítulos de classificação dos União Europeia almofada do arroz (1006 10), arroz integral (1006 20), Arroz Blanco (1006 30), e de arroz (1006 40). Para mais informações sobre a classificação pautal de arroz de acordo com a sub-rubrica consulte o seguinte link: http://www.serloahn.com/Clasificacion_Arancelaria.php?page=1
    6. Ano : Ano qual deseja visualizar as informações coletadas
    Você também pode selecionar a lenda dos filtros de mapa para destinos categorização de acordo com gamas de quantidades ou valores reportados conforme apropriado. Além disso, os resultados do mapa será reflectida em um gráfico de área onde cada país de destino / origem é representado em proporção com o valor ou quantidade do fluxo seleccionado.
Importante

No momento equilíbrio entre a oferta de arroz série foram observadas nacionalmente diferenças significativas entre os períodos entre 1961 e 2013, e 2014 e 2017. Isto é devido a diferenças na metodologia utilizada para provisão indicadores calcular pela FAO. FAO através dos balanços alimentares estimado quantidades de alimentos produzidos, importados e exportados; e seus diferentes usos no território nacional. Desde 2014, FAO alterou a metodologia para estimar a estes indicadores, resultando em mudanças significativas nos indicadores de tendência temporais, razão pela qual os valores podem variar significativamente entre períodos, bem como outras fontes de referência sobre o consumo de arroz a nível nacional. Para mais informações, visite a seção de metadados dos novos balanços alimentares da FAO. http://www.fao.org/faostat/es/#data/FBS/metadata

Valores e quantidades relativas a re-exportação (quando um bem é importado para exportação) e re-importações (onde o activo tenha sido exportados são importados novamente); bem como pretendido ou de quantidades de zonas francas, territórios ultramarinos, navios, aeronaves e outros destinos ou origens que não correspondem a um determinado país dentro do mapa foram realocados dentro de uma única categoria chamada área geográfica não especificado (Área NES).

Todos os valores de importação são expressos em valores CIF e exportação de valores FOB. As quantidades de arroz são expressos em equivalente arroz branco para o caso de título tarifa agregada, enquanto que as quantidades sub-título como expressas em relação arroz aí indicado (almofada, castanho, branco ou partido)..

Referências bibliográficas
Estamos trabalhando
para em breve você tem dados nesta seção
A secção de consumo do Observatório do Arroz visa realçar a importância do arroz nas dietas locais. Esta secção está disponível ao nível do país e é composta por duas partes:
  1. Visão geral do consumo : Apresenta indicadores sobre a importância da cultura em relação ao seu consumo
    1. Posição do arroz em relação a outros alimentos à base de plantas : Indica a posição ordinal em que o arroz se encontra em relação à quantidade consumida de outros alimentos à base de plantas. Foram excluídos da análise todos os alimentos à base de animais e bebidas alcoólicas
    2. Consumo per capita : Quantidade estimada de arroz consumido por pessoa por ano. Este valor é calculado a partir do consumo nacional de arroz em relação à população para um determinado ano. Este valor deve ser entendido como uma estimativa média nacional, que pode variar significativamente dentro de um país.
    3. Contribuição para a ingestão calórica diária : Rácio entre a ingestão calórica estimada do consumo de arroz per capita e a ingestão calórica diária estimada para todos os alimentos consumidos a nível nacional.
    4. Tamanho médio da família : Número médio de membros por agregado familiar a nível nacional.
    5. Preço ao consumidor : Preço médio de 1 quilograma de arroz branco para o consumidor. Valor nominal expresso em dólares para o ano indicado.
    6. Despesa média anual das famílias com arroz : Estimativa da despesa com arroz por uma família média, considerando o preço médio anual ao consumidor de arroz branco, o consumo per capita e a dimensão média da família. Valor nominal expresso em dólares para ta dado ano.
  2. Consumo histórico: Apresenta indicadores econômicos que contextualizam a importância do cultivo do arroz em relação ao valor da produção. Os valores são expressos em valores nominais em moeda local
    1. Consumo de arroz em todo o país : Valor estimado da quantidade de arroz consumido em todo o território nacional, em milhares de toneladas de arroz branco
    2. Consumo proveniente de importações : Quantidade estimada de consumo interno de arroz proveniente de importações, expressa em milhares de toneladas de arroz branco. Neste caso, supõe-se que todo o arroz importado se destina ao consumo interno. As quantidades destinadas à reexportação, sementes, alimentos para animais ou outras utilizações não são consideradas.
    3. Consumo per capita :Quantidade estimada de arroz consumido por pessoa por ano. Este valor é calculado a partir do consumo nacional de arroz em relação à população para um determinado ano. Este valor deve ser entendido como uma estimativa média nacional, que pode variar significativamente dentro de um país.
Importante: Esta secção apresenta duas séries históricas de consumo. A primeira série corresponde ao período entre 1961 e 2013, e a segunda entre 2014 e 2017. As séries cronológicas foram separadas devido a diferenças na metodologia utilizada pela FAO para calcular os indicadores. A FAO, através dos balanços alimentares, estima as quantidades de alimentos produzidos, importados e exportados, bem como as suas diferentes utilizações dentro dos respectivos territórios nacionais. Desde 2014, a FAO alterou a metodologia para a estimativa destes indicadores, resultando em mudanças significativas na tendência temporal dos indicadores, razão pela qual os valores podem variar significativamente entre períodos de tempo, bem como de outras fontes de referência sobre o consumo de arroz a nível nacional. Por esta razão, foi decidido tratar ambas as fontes de referência separadamente. Para mais informações, por favor visite a secção de metadados dos novos Balanços Alimentares da FAO. http://www.fao.org/faostat/es/#data/FBS/metadata
Referências bibliográficas

A secção de Qualidade dos Grãos do observatório é constituída por três partes:

  1. Catálogo de qualidade do grão de variedades de arroz da América Latina e das Caraíbas :Apresenta informações sobre a qualidade dos grãos de 132 variedades de arroz de 16 países da América Latina e das Caraíbas. Amostras de arroz branco destas variedades foram analisadas durante 2017 a 2019 no Laboratório de Qualidade de Grãos de Arroz da FLAR. As características avaliadas foram: centro branco, comprimento do grão, forma do grão (comprimento/largura), teor de amilose e temperatura de gelatinização. Além disso, é apresentada uma fotografia de amostra de cada variedade. Esta caracterização foi realizada em amostras individuais fornecidas por criadores de plantas de organizações membros da FLAR, colhidas em diferentes ambientes e sob condições não padronizadas de manuseamento e moagem pós-colheita. Por conseguinte, esta informação pode não representar as características típicas das variedades nos seus países de origem.

    Metodologias desenvolvidas no catálogo de qualidade

    1. Fotografia : Foi feita em câmara fotográfica ligeira com uma câmara NIKON modelo D7100 com AF-S NIKKKOR 18-105 MM 1:3.5-5.6G ED VR DX lente.
    2. Os testes de laboratório : Os seguintes testes foram realizados:
      Aparência de grãos
      Centro branco (CB) Longo Comprimento / Largura (C / L)
      Qualidade culinária
      Teor de amilose Temperatura de gelatinização

  2. Comparação de variedades registadas no catálogo de arroz de qualidade na América Latina e no Caribe :uma ferramenta que permite que você interaja com castas provenientes de 16 países, os usuários podem comparar as características das variedades de diferentes países ou do mesmo país de qualidade
  3. Repositório digital de normas técnicas dos países da América Latina e das Caraíbas :normas de qualidade de grãos, normas de qualidade de grãos industriais, e normas de produção e distribuição de sementes de arroz.

Referências bibliográficas
  • CENTRO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA TROPICAL. 1989. Evaluación de la calidad culinaria y molinera del arroz; guía de estudio para ser usada como complemento de la unidad audio tutorial sobre el mismo tema. Contenido científico: César Martinez, Federico Cuevas. Producción: Luz Medina. Cali, Colombia. CIAT 73 p. (Serie 04SR-07.01). Pag. 27-42
  • AACC. 2000. American Association of Cereal Chemists. Approved Methods. (11th. ed.). Determination of the pasting properties of rice with the Rapid Visco Analyser. Method 61-02.01. Saint Paul, MN, USA
Estamos trabalhando
para em breve você tem dados nesta seção
Estamos trabalhando
para em breve você tem dados nesta seção
Estamos trabalhando
para em breve você tem dados nesta seção
Superfície - América Latina e Caribe
Cultura mais importante em relação à área cultivada para o ano 2018
2
1
3
Maiz
Café
Yuca
Arroz
Em a cultura do arroz foi contabilizada

das terras aráveis

terra arável destinado a culturas temporárias
fontes de dados:
Em , a cultura do arroz foi contabilizada

de PIB agrícola (valor acrescentado)

do valor da produção de grãos
Os dados para este gráfico estão disponíveis apenas a nível do país. Por favor, seleccione o país no mapa para o qual gostaria de ver os dados.
fontes de dados: